Partido expulsa Dr. Jairinho sumariamente

O Solidariedade, partido ao qual o vereador Dr. Jairinho (RJ) era filiado, anunciou nesta quinta-feira (8) que o parlamentar foi sumariamente expulso da legenda. A informação foi confirmada ao Congresso em Foco pelo presidente nacional do partido, deputado Paulinho da Força (SD-SP).

Dr. Jairinho foi preso nesta quinta, no Rio de Janeiro (RJ), suspeito da morte do menino Henry Borel, de 4 anos, filho de sua namorada Monique Medeiros das Costa, que também foi presa. O crime aconteceu no dia 8 de março.

Mais cedo, o partido havia anunciado que um processo de expulsão havia sido encaminhado ao Conselho de Ética.

Continuar lendo