Países europeus retomam aplicação da vacina de Oxford

A Itália, a França e a Alemanha retomaram nesta sexta-feira (19) a vacinação com o imunizante produzido pela universidade de Oxford, após a agência reguladora da União Europeia concluir que a vacina contra a covid-19 é eficaz. Segundo informações da CNN Brasil.

A vacinação foi suspensa após algumas pessoas, entre as milhões vacinadas, apresentarem formação de coágulos sanguíneos. Segundo a reportagem, a agência reguladora não confirmou que há relação da formação de coágulos com a vacina da AstraZeneca e estabeleceu que o benefício trazido pelo imunizante supera qualquer risco.

Portugal e Espanha devem retomar a vacinação com o produto na próxima semana. A Irlanda e a Suécia ainda vão decidir quanto retomarão a imunização. A Organização Mundial da Saúde (OMS) explicou que os eventos adversos nem sempre estão relacionados à vacinação e disse que investiga-los faz parte da conduta de "boas práticas".

O primeiro-ministro francês, Jean Castex, recebeu a primeira dose da vacina hoje, numa tentativa do governo francês em retomar confiabilidade do imunizante. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, gravou um vídeo nessa quinta-feira (18) defendendo a eficácia e a segurança da vacina e afirmou que será vacinado nesta sexta-feira (19).

>Bolsonaro vai ao STF para barrar ações de governadores contra a pandemia

>Bolsonaro vai ao STF para barrar ações de governadores contra a pandemia

Continuar lendo