Para Itamaraty, cancelamento de voos de Portugal não tem relação com Brasil

O Itamaraty divulgou um comunicado sobre o cancelamento de voos para Portugal, promovido pelo governo de Lisboa. De acordo com a pasta, a decisão é uma "resposta ao aumento do número de casos de covid-19 naquele país e não em função da situação no Brasil."

A explicação, segundo nota da noite desta quarta-feira (27), veio do ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, em conversa por telefone com o chanceler Ernesto Araújo.

Portugal vem atravessando a pior fase da pandemia, e registrou 15.073 novos casos e 293 mortes nesta quarta. O Brasil registrou 64.895 novos casos e 1.319 mortes no mesmo dia.

As restrições passam a valer a partir desta sexta-feira (29) e se estendem até pelo menos meados de fevereiro. Todos os voos entre os dois países, que conectam diversas cidades brasileiras às cidades do Porto e de Lisboa, ficam suspensos.

Outros países como Colômbia, Peru e Reino Unido já cancelaram voos com o Brasil após a descoberta de uma mutação do vírus, mais transmissível, no estado do Amazonas.


> Associação promete vacina contra covid-19 para juízes e familiares no RS

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!