Fundador do MDB, Euclides Scalco, morre de covid-19

O ex-deputado federal pelo Paraná e fundador do MDB Euclides Scalco morreu em decorrência da covid-19 nesta terça-feira (16), aos 88 anos. Em nota, o partido disse que o parlamentar era respeitado "pela firmeza e lealdade" e que teve "papel fundamental" na Constituinte de 1988 ao atuar como primeiro vice-líder do MDB.

O PSDB também lamentou a morte do ex-deputado, que foi ministro-chefe da secretaria geral da presidência da república no governo de Fernando Henrique Cardoso. "Euclides Scalco esteve presente como protagonista de alguns dos momentos mais importantes das últimas décadas da história brasileira. Lutou pela volta da democracia, atuou firmemente na Constituinte, e na construção da candidatura de FHC, de quem foi ministro. Neste momento de luto, desejamos força a toda família".

Pelo Twitter, o senador Alvaro Dias (Podemos-PR) disse que Euclides Scalco "deixa um legado de seriedade e honradez. Discorde politicamente dele, quem desejar, mas certamente todos haverão de reconhecer a sua grandeza de caráter, lealdade às suas convicções e dignidade. Cumpriu com altivez sua missão."

O deputado Gustavo Fruet (PDT-PR) disse que o parlamentar foi "uma das grandes referências e inspiração" para sua trajetória na vida pública. "Uma honra ter estado ao seu lado em momentos desafiadores, inclusive na eleição do Senado em 2010".

Scalco, que foi diretor geral-brasileiro da Itaipu Binacional, estava se recuperando de um AVC e estava internado desde o início da semana.


 

Continuar lendo