Deputados pedem destituição de Trump do cargo por incapacidade

Membros do Partido Democrata que integram o Comitê de Assuntos Jurídicos da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos pediram ao vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, que também preside o Senado, que destitua o presidente Donald Trump do cargo.

O pedido foi feito na noite desta quarta-feira (6), após manifestantes insuflados pelo presidente invadirem o Congresso em uma tentativa de golpe. O comitê é equivalente à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara no Brasil.

Na carta, os deputados pedem a Pence que use a chamada 25ª Emenda à Constituição "pelo bem da democracia". O dispositivo foi aprovado em 1965 para suprir lacunas encontradas na Constituição após a morte de John F. Kennedy, e indica como ocorre a sucessão presidencial em caso de "incapacidades" do mandatário.

Para que isso ocorra, Pence teria de comunicar ao Congresso que Trump está incapacitado de comandar o país e de proteger os princípios constitucionais do país. Nesse caso, ele assumiria o mandato até a posse do presidente eleito, Joe Biden, em 20 de janeiro.

Os atos comandados e apoiados por Trump nessa quarta-feira irritaram também membros do Partido Republicano, que confidenciaram a veículos locais concordarem com a possibilidade de se destituir o presidente, seja pela 25ª emenda, seja pelo impeachment na Câmara e no Senado. Um grupo de pessoas ligadas à Casa Branca – incluindo o antigo chefe de gabinete de Trump, Mick Mulvaney – pediu demissão após os atos de ontem.


> Congresso dos EUA confirma vitória de Joe Biden, e Trump promete transição
> Bolsonaro não comenta invasão do Capitólio, mas diz que eleição teve fraude

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!