Oposição teme que bolsonaristas copiem tentativa de golpe pró-Trump

A invasão ao Congresso dos Estados Unidos por apoiadores do presidente Donald Trump na tarde desta quarta-feira (6), repercutiu entre os congressistas brasileiros. Nas redes sociais, alguns deputados lembraram o apoio que o presidente americano tem do presidente Jair Bolsonaro. "Espera-se que o golpismo de Trump seja exemplarmente punido, até para que não seja copiado para outros países...", manifestou um parlamentar.

 A invasão interrompeu  a sessão que validava a vitória do Joe Biden nas eleições para presidente dos EUA.  Com isso, a sessão que era comandada pelo vice-presidente do país, Mike Pence, deve atrasar, portanto, o processo de confirmação da vitória de Biden é prejudicado.

Veja as manifestações de outros parlamentares:

 

 

Lula falou que "para o Brasil, é um alerta sobre o que ainda pode acontecer de pior aqui, se não for contido o autoritarismo de Bolsonaro e suas milícias, se continuarem sendo toleradas as violações à liberdade e aos direitos".


O ministro do STF, Alexandre de Moraes, também comentou sobre o caso:

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) também se manifestou.

As imagens vistas de invasão ao Congresso Nacional americano, na tarde dessa quarta-feira (6), em uma tentativa clara de insurreição e de desprezo ao resultado das eleições por parte de um grupo, são inaceitáveis em qualquer democracia e merecem o repúdio e a desaprovação de todos os líderes com espírito público e responsabilidade.

O Senado Federal brasileiro acompanha atentamente o desenrolar desses acontecimentos, enviando aos congressistas e ao povo americano nossa solidariedade e nosso apoio. Defendo, como sempre defendi, que a democracia deve ser respeitada e que a vontade da maioria deve prevalecer.

Davi Alcolumbre
Presidente do Congresso Nacional

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!