Motoboy que sacou R$ 4,7 milhões em espécie será ouvido pela CPI da Covid

CPI da Covid aprovou nesta quarta-feira (25) a convocação do motoboy Ivanildo Pereira Gonçalves, responsável por sacar R$ 4,7 milhões em espécie para a empresa VTCLog, que também está mira da CPI. Essa convocação reforça as investigações sobre possíveis  irregularidades na negociação de compras de vacinas pelo Ministério da Saúde. O requerimento é do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da Comissão.

Ivanildo assumiu que foi o autor da transação, conforme reportagem publicada pelo Jornal de Brasília. Apesar do vultoso saque, o motoboy leva uma vida simples em Sobradinho, cidade satélite de Brasília, o que eleva as desconfianças de que Ivanildo pode ter sido laranja das irregularidades entre a VTCLog e o Ministério da Saúde.

Havia possibilidade que o depoimento dele ocorrer já nesta quinta (26) em  lugar do ex-secretário de Saúde do Distrito Federal, Francisco Araújo, mas os senadores optaram por chamar José Santana, lobista da Precisa Medicamentos

O relator da CPI também incluiu mais três pessoas na lista de investigados da Comissão: Francisco Maximiano, dono da Precisa Medicamentos; Roberto Dias, ex-diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde e suspeito de pedir propina na negociação de compra de vacinas; e Emanuel Catori, sócio da Belcher Medicamentos, empresa investigada pelos senadores com possíveis irregularidades entre o Ministério da Saúde e o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR).

O senador Renan Calheiros não justificou por qual motivo incluiu os três nomes na lista de investigados. Na semana passada, agora a lista de investigados contém dezoito nomes. O senador Humberto Costa (PT-PE), sugeriu ao senador Renan a inclusão do nome de Laurício Monteiro Cruz, ex-diretor de Imunização e Doenças Transmissíveis da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde, mas a sugestão ainda não foi acatada pelo relator.

> Sócio da Belcher admite que chegou ao governo por meio de Barros

> FIB Bank, alvo da CPI, atuou para arrastar dívida de pastor bolsonarista

 

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo