Às vésperas de novos protestos, Pacheco tem reunião com Fux para discutir precatórios

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), se encontra na manhã desta terça-feira (31) com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. A expectativa é de que eles discutam uma saída à frustrada proposta de emenda à constituição (PEC) que previa alterações nas regras de pagamento de precatórios como forma de criar um colchão financeiro para aumentar o valor do Bolsa Família. Fux também preside a Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que editou uma minuta reduzindo de R$ 89 bilhões para R$ 39,9 bilhões gastos com esta dívida 2022. No bojo da conversa está uma nova tentativa de diálogo entre os poderes

A conversa com Fux foi anunciada pelo presidente do Senado na última segunda (30), após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

A reunião de Pacheco com Fux ocorre uma semana antes do 7 de setembro, quando são aguardadas manifestação de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro em várias capitais brasileiras. Nas convocações para os atos, se verificou indícios de pautas antidemocráticas, com críticas diretas ao Congresso Nacional e pedidos de destituição de ministros da suprema corte, como Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Alguns apoiadores chegaram a defender, inclusive, o fechamento da corte.

Apesar da crise institucional entre os poderes, Senado e STF buscam manter uma rotina de diálogos institucionais. Partiu de Fux a ideia da reunião com o presidente da República e os chefes da Câmara e do Senado para conversar sobre os limites institucionais em julho. O encontro, no entanto, foi cancelado após intensos ataques públicos de Bolsonaro à corte e à figura do ministro Luís Roberto Barroso, que também preside ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A reunião entre Pacheco e Fux está prevista para ocorrer na sede do CNJ.


> Nunes Marques autoriza motoboy a não comparecer em depoimento na CPI
> PGR denuncia Roberto Jefferson por incitação ao crime e por homofobia

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo