Deputados do PSB defendem candidatura própria à presidência da Câmara

O PSB está rachado na disputa pela presidência da Câmara. Uma ala da bancada avalia lançar candidatura própria do partido. Oficialemente, a legenda está no bloco de Baleia Rossi (MDB-SP), mas há 15 deputados (de um total de 30) que apoiam Arthur Lira (PP-AL).

Os deputados que preferem Lira afirmam que não há diferenças efetivas entre os dois candidatos e que Baleia é tão governista quanto o líder do PP. Eles argumentam que o MDB, partido que Baleia preside, tem dois líderes do governo no Congresso e que o próprio candidato do MDB na Câmara vota a favor da maioria dos projetos de interesse do Planalto.

As principais informações deste texto foram enviadas antes para os assinantes dos serviços premium do Congresso em Foco. Cadastre-se e faça um test drive.

Como forma de evitar o apoio a Baleia, parte da legenda quer uma candidatura própria do PSB. Três nomes são citados, os de Júlio Delgado (MG) e Felipe Carreras (PE), hoje apoiadores de Lira, e o de Alessandro Molon (RJ), líder do PSB. A candidatura de Molon seria a mais improvável das três, pois ele é um dos principais articuladores do partido a favor de Baleia.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, disse ao Congresso em Foco que o PSB vai continuar no bloco de Baleia Rossi e nega que o número de apoiadores de Lira no partido seja grande. "Primeiro que não tem deputado fazendo campanha para Arthur Lira, e segundo que não é tão considerável quanto alguns anunciam", declarou.

"A posição do partido é clara, o partido já integra o bloco e apoia Baleia Rossi, essa é a posição clara e objetiva", disse.

Uma lista assinada por 15 deputados do PSB e organizada por Felipe Carreras foi encaminhada ao presidente do partido. Aliados de Lira afirmam que a lista representa o tamanho do apoio ao deputado do PP. No entanto, Siqueira nega.

"Ele (Carreras) assinou uma carta pedindo uma reunião, foi isso que ele assinou. Dos deputados que assinaram aquela carta, há vários deles que assinaram a entrada do grupo de centro, centro-direita e centro-esquerda para apoiar Baleia Rossi. Um pedido de reunião não significa estar apoiando ou não", disse o presidente partidário.

"Não há nenhuma dúvida, o Partido Socialista Brasileiro não apoiará, e já decidiu isso por amplíssima maioria no diretório nacional, o candidato de Bolsonaro", afirmou o dirigente do PSB se referindo a Lira.

>Dissidentes do DEM e PSDB acompanham Arthur Lira em viagem de campanha

>PT e mais quatro partidos de oposição anunciam apoio a Baleia Rossi

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!