Ricardo Barros será ouvido pela CPI da Covid em 12 de agosto

O presidente da CPI da Covid , Omar Aziz (PSD-AM), anunciou que o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara, será ouvido pela comissão na reunião da próxima quinta-feira (12). Barros foi acusado pelo também deputado Luís Miranda (DEM-DF) de capitanear um esquema de superfaturamento na compra de vacinas da Covaxin.

A convocação encerra os quase dois meses desde que o nome de Barros foi trazido pelo deputado brasiliense à reunião da CPI. Desde então, Barros pressionou para ser ouvido pelos parlamentares antes do recesso parlamentar, sem sucesso. O líder do governo conseguiu, no entanto, acesso a todos os documentos da CPI que citam seu nome.

Aziz revelou também que a comissão ouvirá, na terça-feira (10), o coronel Hélcio Bruno de Almeida. Presidente do Instituto Força Brasil, Hélcio teria intermediado o encontro entre Luiz Paulo Dominguetti, representante da Davati, e o Ministério da Saúde.

Na quarta-feira (11), falará um representante da empresa Vitamedic, que teve um aumento exponencial nas vendas de medicamentos propagados como tratamento para a covid - mesmo que sem comprovação científica. Segundo Aziz, a empresa teria veiculado anúncios publicitários para medicamentos como a Ivermectina, defendida por membros do governo federal.


> Lira insinua que poderá mandar PEC do voto impresso direto ao Plenário
> CPMI das Fake News dialoga com Pacheco para retomar trabalhos presenciais

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS
Continuar lendo