Exército diz não ter relatórios de inteligência sobre Pazuello e Elcio Franco

Em documento enviado à CPI da Covid, o Ministério da Defesa afirmou não ter relatórios de inteligência sobre o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e os ex-assessores da pasta Elcio Franco, coronel Marcelo Blanco e Alexandre Martinelli Cerqueira, todos citados por diferentes depoentes ao colegiado como peças fundamentais na negociação de vacinas entre o ministério e empresas intermediárias.

"Incumbiu-me o Comandante do Exército de informar que a Força Terrestre não dispõe de relatórios/informações de inteligência acerca dos indigitados", diz o documento recebido pela CPI essa semana e assinado por Francisco Montenegro, chefe de gabinete do Exército.

Os relatórios foram pedidos pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL) no início de julho após os militares serem citados por se envolver em irregularidades na compra de doses da AstraZeneca por meio da Davati Medical Supply.

O Congresso em Foco tentou contato com o relator da CPI para comentar o caso, mas ainda não teve retorno.

> CPI retoma depoimentos na próxima semana e mantém foco sobre vacinas

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo