Advogado da Precisa Medicamentos passa de testemunha a investigado pela CPI

A mesa diretora da CPI da Covid decidiu há pouco que o advogado Túlio Silveira, da Precisa Medicamentos, passa de testemunha a investigado pela comissão. A definição se deu durante o intervalo da reunião que ouve Silveira nesta quarta-feira (18).

O conteúdo deste texto foi publicado antes no Congresso em Foco Insider, serviço exclusivo de informações sobre política e economia do Congresso em Foco. Para assinar, entre em contato com [email protected].

A mudança foi informada pelo relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), diante do que considerou “silêncio constrangedor” do depoente, que optou por ficar em silêncio na maior parte da audiência.

Silveira representou a farmacêutica na negociação da vacina indiana Covaxin. O presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), e o relator afirmam já possuírem documentos suficientes para tornar o advogado investigado pela contribuição de irregularidades no contrato entre a Precisa e o Ministério da Saúde.

Subprocuradores encaminham ao MPF representação criminal contra Sérgio Reis

Brasil não aprende com escândalos, diz presidente da associação dos procuradores

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo