Arthur Lira critica grupo de Baleia e chama de “centrão gourmet”

O candidato a presidente da Câmara Arthur Lira (PP-AL) fez críticas ao grupo político do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do candidato a sua sucessão Baleia Rossi (MDB-SP).

Em artigo publicado na edição deste domingo (3) do jornal O Globo, Lira cita dados do Radar do Congresso, ferramenta do Congresso em Foco, que apontam os partidos que mais votaram favoráveis ao governo federal.

>Exclusivo: os 12 partidos que formam a base fiel do governo na Câmara

"Centrão ou centro gourmet, pergunto-me onde está a diferença. Despir-se da capa de Centrão só vale na hora da entrevista ou do tuíte? Aliás, fica aqui o registro de que, na Plataforma Radar do Congresso, os partidos PSL, DEM, Novo e MDB apresentam índices de votação a favor do governo acima dos 80%. Se o disfarce de uma dita oposição não cola, a diferença do candidato de Rodrigo Maia será o jeito de conduzir o dia a dia da Casa. Pelo visto, primeiro vai ter que decidir o que é", escreveu o líder do PP.

>Baleia Rossi e PT negociam cargo na Mesa Diretora da Câmara

Lira também mencionou que os partidos que sustentam sua candidatura (PP, Solidariedade, PSD, Republicanos, PSC, Patriota e Avante) também apoiaram Rodrigo Maia em 2019 e votaram em reformas econômicas apoiadas pelo grupo de Maia e Baleia, como a reforma da Previdência e o teto de gastos.

Arthur Lira criticou a condução de Maia e disse que ele limita a deputados próximos os papéis de destaque na Câmara.
"Nos últimos anos, o dia a dia dos deputados lembrava aquele jogo de meninos no playground: a bola só rolava quando o dono deixava. Queremos mudar isso. Meu compromisso sempre foi de tocar a bola com os outros 512 deputados federais, sem birra, sem surpresas. Comigo, todo mundo joga e tem espaço".

>Fábio Ramalho mantém candidatura a presidente da Câmara: “irreversível”

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!