Comissão da Câmara derruba parecer da PEC do voto impresso

A Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 135/2019, que busca regulamentar o chamado "voto impresso" no sistema eleitoral brasileiro, derrubou o parecer do deputado Filipe Barros (PSL-PR) pela proposta. Foram 23 votos contra e 11 favoráveis.

Após a derrota, o presidente da comissão, Paulo Martins (PSC-PR) designou o deputado Junior Mano (PL-CE) para designar novo parecer com a proposta vencedora.

A proposta da PEC está no centro dos esforços mais recentes de Jair Bolsonaro, que argumenta, diariamente e sem nenhuma prova, que o sistema eleitoral brasileiro foi fraudado em eleições anteriores.

Ministros do TSE e do Supremo Tribunal Federal (STF), além de membros da classe intelectual e econômica do país são contra a proposta, por considerar o voto impresso como uma tentativa de Bolsonaro de não reconhecer o resultado das eleições de 2022, o que pode evoluir para um golpe de Estado.


> Lira insinua que poderá mandar PEC do voto impresso direto ao Plenário
> Manifestação pró-voto impresso compara mulheres a cadelas. Veja o vídeo

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS
Continuar lendo