STF decide reabrir pedido de gratuidade no Enem 2021

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou pela reabertura do prazo para que os candidatos que desejam pedir isenção da taxa de R$ 85 da inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021. O julgamento aconteceu em uma sessão plenária virtual, com a duração de 48h.

Com a aprovação da reabertura do pedido de gratuidade, o governo sofre uma nova derrota no Judiciário. A decisão passou a valer logo após o encerramento da sessão.

Toffoli explicou seu voto se baseando no atual contexto social. “Dado o peculiar contexto de pandemia presente à época, exigir comprovação documental da ausência à prova como requisito para a obtenção da isenção da taxa revela-se uma obrigação destituída de razoabilidade e que vulnera preceitos fundamentais da Constituição de 1988”, concluiu o relator.

O julgamento se deu após o Supremo ter sido acionado por partidos políticos e associações ligadas à educação. As entidades agiram depois de uma grande quantidade de estudantes ficarem de fora do Enem 2021 por terem perdido o prazo de inscrição no exame.

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo