Gilmar Mendes nega tornar réus Ciro Nogueira e Eduardo da Fonte

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), apresentou um voto negando tornar o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, e o deputado Eduardo da Fonte (PP-PE) réus por obstrução de Justiça. O caso aberto em 2018 pode trazer Ciro Nogueira a julgamento, manchando a imagem bolsonarista de que não há crimes cometidos em seu governo.

O Inquérito 4720 é julgado no Plenário virtual da 2ª turma da corte. Até às 15h desta sexta, três votos haviam sido proferidos. Além de Gilmar Mendes, votaram o relator do caso Edson Fachinpelo acolhimento da denúncia, e a ministra Cármen Lúcia, contrária ao acolhimento.

Veja a íntegra do voto:

No voto de 36 páginas, Gilmar Mendes - que analisou o caso por mais de dois anos e meio, após um pedido de vista - disse que a testemunha, que teria atuado como agente infiltrada, o fez sem ordem judicial.

"A ausência de prévia autorização judicial para a infiltração de agentes não constitui mera formalidade, uma vez que se exige a prolação de decisão que não só autorize a medida, mas também defina o seu alcance e os limites, de modo a inclusive afastar a ocorrência de atos de incitação, tal como ocorreu", escreveu Gilmar.

As turmas são compostas por cinco ministros, mas a segunda turma possui um posto vago desde a saída de Marco Aurélio no mês passado. Assim, o único que resta votar é o ministro Nunes Marques, presidente da turma e indicado por Bolsonaro em 2020. Nunes Marques tem até às 23h59 da próxima sexta-feira (20) para declarar como vota.


> PF prende Roberto Jefferson por atuação em milícias digitais
> Cármen Lúcia defende combate às fake news pela justiça eleitoral

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

 

Continuar lendo