Lewandowski torna públicas conversas entre Moro e Lava Jato; leia íntegra

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Eleitoral (STF), tornou públicas nesta segunda-feira (1º) conversas entre o ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro e procuradores da Operação Lava Jato (leia a íntegra mais abaixo).

O material foi apreendido na Operação Spoofing, que apura a invasão de celulares de autoridades, como Moro, e o procurador da República Deltan Dallagnol. As conversas integram processo em trâmite na 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal no qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu acesso às mensagens.

Lewandowski já tinha atendido ao pedido da defesa de Lula. Porém, nesta segunda o ministro também tornou o material público. A liberação abrange todas as mensagens que citem Lula direta ou indiretamente e que estejam relacionadas as investigações e ações movidas contra o petista no Brasil ou no exterior.

A decisão permite que a defesa do ex-presidente acesse cerca de 50 páginas de mensagens trocadas entre Deltan, Moro e outros membros da operação Lava Jato.

Uma parte do diálogo já veio a público e mostra Moro orientando os procuradores sobre como apresentar a denúncia contra o petista no caso do triplex do Guarujá.

As mensagens basearam a série de reportagens apelidada de "Vaza Jato", produzida pelo site The Intercept Brasil.

Sergio Moro se manifestou por meio de uma nota publicada em seu perfil no Twitter:

Leia a íntegra do material liberado por Lewandowski: 

>Lewandowski autoriza inquérito contra Pazuello

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!