PM faz apenas revista seletiva em ato pró-Bolsonaro em Brasília

Milhares de pessoas ocupam a Esplanada dos Ministérios para se manifestar em defesa do presidente Jair Bolsonaro e contra o Supremo Tribunal Federal (STF) neste Sete de Setembro, em Brasília. Poucos usam máscaras de proteção, equipamento necessário para proteção contra a covid-19.  Há placas, guindastes e ônibus com mensagens de apoio ao presidente. Diferentemente do que havia informado, a Polícia Militar do Distrito Federal não revista todas as pessoas. Faz apenas uma revista por amostragem dos manifestantes.

A pedido dos policiais, uma parte dos militantes deixa no chão mastros das bandeiras que carregam. As cores verde e amarela predominam entre os apoiadores do presidente da República. Ambulantes aproveitam a manifestação para vender camisetas da seleção ou com inscrições como Bolsonaro 2022.

O trânsito de veículos está interditado desde domingo (5) e os grupos serão separados por gradil e policiais. Isso não impediu que manifestantes invadissem este perímetro com ônibus, caminhões e motor homes ainda na noite dessa segunda-feira (6). A ação teria contado com o acompanhamento e mesmo o apoio da PM do Distrito Federal - o governador Ibaneis Rocha (MDB) disse que não foi consultado da decisão.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) havia prometido fazer linhas de revistas pessoais e bloqueios nas principais vias da Esplanada dos Ministérios e proximidades da Torre de TV. É proibido o acesso das áreas portando objetos pontiagudos, garrafas de vidro, hastes de bandeiras e outros materiais que coloquem em risco a segurança de manifestantes e população. Também fica restrita a utilização de drones sem autorização no espaço aéreo da Esplanada.

O presidente da República participa de cerimônia de hasteamento da bandeira. Ele chegou ao local conduzido pelo ex-piloto Nelson Piquet, que dirigia o Rolls-Royce presidencial. Há expectativa de que o presidente apareça para saudar os seguidores. À tarde Bolsonaro participará de ato na Avenida Paulista, em São Paulo, onde deverá discursar.

Enquanto isso, do outro lado da Esplanada, militantes de esquerda organizam um movimento com número ainda pequeno de pessoas.

Veja vídeos feitos pelos repórteres Tiago Rodrigues e Guilherme Mendes, do Congresso em Foco, na Esplanada dos Ministérios:

A manifestação foi planejada por Bolsonaro para tentar demonstrar que, a despeito da queda nos índices de popularidade, ainda mantém poder de fogo junto à sua base mais radical.

> Bolsonaro reforça convocação para atos do Sete de Setembro via redes sociais

> Bolsonaro triplica encontro com militares

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo