Bolsonaro diz que Sete de Setembro será “ultimato” a ministros do STF

O presidente Jair Bolsonaro usou uma agenda oficial para fazer novos disparos contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Ao convocar pessoas que acompanhavam a inauguração a inauguração de uma ferrovia em Tanhaçu, na Bahia, para participarem de atos em apoio a ele no Sete de Setembro, o presidente classificou ações do Supremo que tem

O presidente Bolsonaro ameaçou responder a "ações", segundo ele, consideradas inconstitucionais do Supremo Tribunal Federal (STF). "Nós não precisamos sair das quatro linhas da Constituição. Ali, temos tudo o que precisamos. Mas, se alguém quiser jogar fora das quatro linhas, nós mostraremos o que poderemos fazer, também" disse ao convocar pessoas que acompanhavam a inauguração a inauguração de uma ferrovia em Tanhaçu, na Bahia, para participarem de atos em apoio a ele no Sete de Setembro.

A declaração de Bolsonaro tem entre os alvos o ministro Alexandre de Moraes, relator da ação que apura atos antidemocráticos na corte. A inauguração da ferrovia ocorreu nesta sexta (3) pela manhã. À tarde Moraes decretou a prisão do blogueiro bolsonarista Welligton Macedo com base nas investigações de financiamento e organização de atos antidemocráticos para o Sete de Setembro.

"Não podemos admitir que uma ou duas pessoas, usando a força do poder, queiram dar outro rumo para nosso País. O recado de vocês, povo brasileiro, nas ruas, na próxima terça-feira, dia 7, será um ultimato para essas duas pessoas", esbravejou o presidente na Bahia.

Ao convocar os apoiadores, o presidente disse que estaria em Brasília pela manhã e em São Paulo, na Avenida Paulista, à tarde.

> Bolsonaristas fazem “esquenta” de atos do 7 de setembro em conferência conservadora

> Deputados repercutem novas denúncias de rachadinhas da família Bolsonaro

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo