“Digo aos canalhas que não serei preso”, discursa Bolsonaro em SP

"Temos um ministro do Supremo que ou se enquadra ou pede para sair [...] Não vamos permitir mais pessoas como Alexandre de Moraes açoitar a nossa democracia e desrespeitar a nossa Constituição", disparou  Jair Bolsonaro (sem partido) em seu discurso para apoiadores presentes às manifestações  pró-governo.

Bolsonaro repetiu algo que dissera recentemente. Que só sairá do atual mandato “preso, morto ou com a vitória”. E completou: “Digo aos canalhas que não serei preso”.

O presidente fez críticas ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, e ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Voltou a pregar a necessidade de “eleições limpas, com voto auditável”.

O sistema eleitoral brasileiro é considerado um dos mais confiáveis do mundo, e o voto na urna eletrônica é auditável. O sistema de impressão de voto que Bolsonaro defende, que era objeto de uma PEC da deputada Bia Kicis (PSL-DF), foi derrotado em votação na Câmara dos Deputados.

Bolsonaro desembarcou na capital paulista por volta das 13h30 e se dirigiu ao hotel de trânsito, acompanhado de ministros e aliados políticos.  Da mesma forma como fez pela manhã em Brasília, o presidente sobrevoou a Avenida Paulista para avaliar a mobilização dos seus apoiadores.

O que é o Conselho da República, que Bolsonaro diz que vai convocar para mostrar “foto”

Fim do comunismo e impeachment de urubus: em fotos, os cartazes do ato em Brasília

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo