Reajuste de salário do funcionalismo vai gerar gasto de R$ 59 bi até 2019

Enquanto governo diz que há previsão orçamentária, aliados ressaltam a incoerência de defender reajustes enquanto existe esforço concentrado para aprovar PEC que estabelece limite de gastos

Para garantir os reajustes aprovados pelo Congresso a servidores públicos, o governo vai precisar gastar pelo menos R$ 59,8 bilhões até 2019. E esse valor ainda pode aumentar. Caso o aumento previsto para a Polícia Federal e para auditores da Receita Federal - já aprovados em comissões especiais da Câmara - também passem pelo crivo do Legislativo, o impacto pode chegar a R$ 71, 4 bilhões. As informações foram divulgadas neste sábado (12) pelo O Globo.

De acordo com a publicação, "sob a justificativa de que há previsão orçamentária, o governo tem dado o aval aos dois projetos, mas aliados ressaltam a incoerência de defender reajustes" enquanto existe um esforço concentrado para aprovar a proposta de emenda à Constituição (PEC 55/2016) que estabelece limite de gastos para o governo, estados e municípios nos próximos 20 anos.

O valor que precisará ser investido para garantir os benefícios também é maior que o conseguido com a arrecadação da regularização de recursos enviados ao exterior e não notificados à Receita Federal. Neste ano, a fase aberta para a repatriação dos ativos gerou lucro de R$ 46,8 bilhões aos cofres públicos.

Leia a íntegra da matéria publicada pelo O Globo

Mais sobre crise econômica

Mais sobre repatriação

Continuar lendo