Em vídeo, relembre as vezes em que Bolsonaro associou o Centrão à corrupção

A ida do senador Ciro Nogueira (PP-PI) para o comando da Casa Civil tem sido vista como um casamento do presidente Jair Bolsonaro com o Centrão. Na nova função, Ciro deve atuar como um fator moderador, evitando confrontos entre o Palácio e Congresso, mas principalmente, garantido a manutenção de uma base de apoio capaz, tanto de aprovar as matérias prioritárias para o governo, quanto evitar dores de cabeça como votos capazes de fazer passar um eventual processo de impeachment.

Bolsonaro já foi filiado ao PP. Saiu do partido, no entanto, em 2015 alegando que na sigla não teria espaço para concorrer à presidência da República. Desde então, deixou um rastro de falas contrárias ao mesmo Centrão que outrora integrou. O novo ministro também não fica atrás, tendo, inclusive, chamado o presidente de “fascista”.

Confira algumas dessas falas:

 

> Para manter base de governo, Bolsonaro abre espaço para ex-aliado do PT

> “Emparedados”, parlamentares do PSL podem encontrar porta fechada no PP

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo