Em nota, Temer agradece “trabalho competente” de Jucá

No texto, presidente interino adianta que Jucá continuará "auxiliando o Governo Federal no Congresso de forma decisiva", e destacou a "imensa capacidade política" do peemedebista. Jucá esteve à frente do Ministério do Planejamento por 11 dias

No início da noite desta segunda-feira (23) o presidente interino Michel Temer divulgou nota sobre o afastamento do ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB-RR). No texto, Temer agradece o "trabalho competente e a dedicação" do político. Jucá ficou à frente da pasta durante 11 dias.

Na nota, Temer adianta que Jucá continuará "auxiliando o Governo Federal no Congresso de forma decisiva", e destacou a "imensa capacidade política" do peemedebista. Ainda de acordo com o texto, Jucá teve papel fundamental no "correto diagnóstico" da crise financeira e também foi responsável por criar medidas céleres para a correção do déficit fiscal e da retomada da economia brasileira.

Em coletiva no Senado, Jucá anunciou que vai voltar à Casa até que o Ministério Público Federal se manifeste a respeito das gravações em que ele defende a troca de governo e a construção de um "pacto" para "estancar a sangria" da Operação Lava Jato.

O político justificou que conversou com Sérgio Machado não como ministro, mas como senador. “Não há na conversa nenhum posicionamento diferente do que tive em entrevistas e em questões públicas”, explicou o senador. “Vou pedir licença do cargo a partir de hoje a noite, quando vou pedir ao Ministério Público Federal que se manifeste e diga se há ou não irregularidade na minha conversa com o ex-senador Sérgio [Machado]“, afirmou.

Leia a íntegra da nota divulgada pela assessoria do presidente interino Michel Temer:

Nota à Imprensa

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Romero Jucá, solicitou hoje afastamento de seu cargo, até que sejam esclarecidas as informações divulgadas pela imprensa. Registro o trabalho competente e a dedicação do ministro Jucá no correto diagnóstico de nossa crise financeira e na excepcional formulação de medidas a serem apresentadas, brevemente, para a correção do déficit fiscal e da retomada do crescimento da economia. Conto que Jucá continuará, neste período, auxiliando o Governo Federal no Congresso de forma decisiva, com sua imensa capacidade política.

Michel Temer

Presidente da República em Exercício

Mais sobre crise brasileira

Mais sobre Operação Lava Jato

Continuar lendo