ACM Neto promete a Doria diálogo entre DEM e PSDB

O presidente nacional do DEM, ACM Neto, se comprometeu com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), em manter um diálogo entre os dois partidos.

Os políticos participaram de um jantar na capital paulista na noite de terça-feira (9). A conversa acontece em meio a uma divisão no DEM entre governistas e não governistas. Doria tem procurado antagonizar com o presidente Jair Bolsonaro e tenta presidir o partido para levar o PSDB a uma posição mais incisiva contra o presidente.

O conteúdo deste texto foi publicado antes no Congresso em Foco Premium, serviço exclusivo de informações sobre política e economia do Congresso em Foco. Para assinar, entre em contato com comercial@congressoemfoco.com.br.

Neto afirmou que o DEM ainda não discutiu sobre a eleição presidencial de 2022. Segundo ele, discutiu-se um diálogo prévio de debate entre os dois partidos. Dentro do DEM há políticos que querem apoiar Doria, Ciro Gomes (PDT), Luiz Henrique Mandetta (DEM) e a reeleição de Jair Bolsonaro.

"Tratamos de presente e de futuro, sobre São Paulo e sobre o Brasil. Deixei claro que neste momento o Democratas não podia avançar em qualquer assunto relativo a 2022, tínhamos estabelecido como compromisso interno não tratar de 2022 agora, porém, no momento que nós fossemos tratar, que as portas estariam abertas para um diálogo com o PSDB", disse ACM Neto ao Congresso em Foco.

Também estiveram presentes no jantar o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), o secretário de Relações Institucionais de São Paulo, Antonio Imbassahy (PSDB), o ex-ministro da Educação Mendonça Filho (DEM) e o presidente do PSDB de São Paulo, Marcos Vinholi.

Neto disse ainda que Rodrigo Garcia vai permanecer no DEM. O vice-governador foi convidado para se filiar ao PSDB. "Por ora, isso está afastado", disse.

> Após Doria tentar presidir PSDB, Leite diz que sigla não depende de uma pessoa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!