Bolsonaro volta a atacar TSE e diz que seu futuro é “preso, morto ou vitorioso”

Depois de uma semana sem maiores ataques, o presidente Jair Bolsonaro voltou a mirar as suas armas contra o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso. Em um culto evangélico na manhã deste sábado (28) em Goiânia, Bolsonaro voltou a criticar a decisão da corte de desmonetizar canais que promovem conteúdo falso ou enganoso sobre o processo eleitoral. Apesar de Bolsonaro creditar a Barroso, a decisão foi tomada pelo ministro Luís Felipe Salomão.

Bolsonaro disse que tal atitude abriria suposta brecha para que presidentes de Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) façam o mesmo, com o intuito, segundo o presidente, de proteger seus governadores. "Isso não é democracia", disse o presidente. Entre os presentes ao culto estava o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM).

Em uma nova ameaça contra Barroso e o TSE, Bolsonaro voltou a repetir que "não deseja nem provoca rupturas - mas tudo tem um limite em nossa vida". Nos últimos meses, Bolsonaro vem promovendo sucessivos ataques contra o Judiciário e alguns de seus membros, como Barroso e Alexandre de Moraes - este último foi alvo de um pedido de impeachment, assinado pelo presidente e encaminhado ao Senado, que o rejeitou.

Ainda durante sua fala - transmitida ao vivo pela TV Brasil - Bolsonaro disse que apenas três destinos o aguardam: “Estar preso, ser morto ou a vitória. Podem ter certeza, a primeira alternativa, preso, não existe. Nenhum homem aqui na terra vai me amedrontar”, advertiu.


> Código Eleitoral quer criminalizar divulgação de fake news durante eleições
> Defensoria Pública teme prejuízos na reforma administrativa

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

"a

Continuar lendo