“Daqui alguns dias vai estar sanado”, diz ministro sobre Lattes

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, disse nesta quarta-feira (28) que o problema que atinge o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) "daqui a alguns dias vai estar sanado".

A fala do ministro, publicada nas redes sociais, vem quatro dias após um problema nos servidores da entidade, subordinada a sua pasta, tirar o sistema Lattes do ar e impedir inclusive que os bolsistas ligados ao ministério prestassem contas. Sem acesso a seus currículos virtuais, parte relevante do trabalho dos pesquisadores brasileiros está, momentaneamente, sem comprovação.

Nesta quarta-feira (28), no entanto, o sistema continuava fora do ar.

Junto ao presidente do CNPq, Evaldo Ferreira Vilela, Marcos procurou assegurar que não havia motivo para se temer a perda de dados no sistema. "Nós estamos recuperando os dados. Com relação ao Lattes, já está recuperado, pois temos o backup", disse Evaldo.

A falha também tirou do ar telefones e e-mails ligados ao CNPq. Em um comunicado exibido a quem busca ingressar na plataforma Lattes, o MCTI diz apenas que o diagnóstico do problema foi realizado, e que o Ministério e empresas parceiras iniciaram sua reparação. Ainda não há data para o retorno ao normal.


> Professor Roberto Romano morre aos 75 anos, por covid-19
> Flávio Bolsonaro passa a integrar a CPI da Covid; veja a nova composição

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS
Continuar lendo