Governadores do Nordeste rejeitam privatização da Eletrobras

Os governadores dos nove estados do Nordeste divulgaram nesta quarta-feira (19) uma carta conjunta contra a privatização da Eletrobras. A desestatização da companhia está na pauta desta quarta do plenário da Câmara.

O documento cita que “a intenção do governo federal é vender geradoras, transmissoras e distribuidoras de energia abrindo espaço para a especulação no preço da energia elétrica em nome de uma margem maior de lucros”.

O conteúdo deste texto foi publicado antes no Congresso em Foco Premium, serviço exclusivo de informações sobre política e economia do Congresso em Foco. Para assinar, entre em contato com [email protected].

Os estados citam que a estatal responde por 30% da geração de energia do país e por metade da transmissão. “Este processo de desestatização, além de impactar a tarifa de energia para os consumidores, abrirá caminho para a precarização na prestação do serviço, configurando-se um absurdo energético, hidráulico e institucional”, diz a carta.

Para os governadores nordestinos, a privatização gerará insegurança energética e “perda de potência dos projetos de desenvolvimento regional, principalmente do Norte de Nordeste do país, sabidamente regiões com menores índices de desenvolvimento humano e alto potencial de geração de energia”.

Leia a íntegra da carta:

>> Oposição aciona STF contra MP da Eletrobras e apresenta texto alternativo

Continuar lendo